Destaques :

Espírito Santo inova no sistema de informações turísticas com o uso de QR Code

Qualifica ES Turismo capacita Policia Militar para atendimento ao turista

Espírito Santo tem participação expressiva na Abav Expo Internacional de Turismo 2019

Selo Turismo Responsável já foi solicitado por 8 mil prestadores de serviços turísticos

3º Festival de Cinema de Santa Teresa

Aeroporto de Vitória amplia opções de voos a partir desta semana

Turismo da Serra Gaúcha ainda melhor com o Wyndham Gramado Termas Resort & Spa

Visitar cidades turísticas “em tempo real” é opção durante isolamento social

Programa de Regionalização do Turismo é tema de videoconferência

Troca de doações por cerveja? Sucesso em solidariedade, na bela Cidade de Gramado

Setur e IJSN divulgam resultados da Economia do Turismo capixaba para o primeiro trimestre de 2020

OMT lança diretrizes globais para a reabertura do turismo

Senac lança observatório gastronômico online para fortalecer a Gastronomia Regional

Setur participa da elaboração do plano de retomada do turismo nas Montanhas Capixabas

Gramado na Caixa comercializa produtos de Turismo em sistema de assinatura mensal

Projeto usa atividade lúdica para mostrar importância da preservação do patrimônio histórico

18ª Semana Nacional de Museus começa nessa segunda-feira

Lives com atrações culturais celebram o Dia Internacional da Língua Portuguesa

Ícone mundial, capital de todos os brasileiros chega aos 60 anos!

#RezeEmCasa: confira a programação da Festa da Penha Interativa

Auxílio emergencial já pode ser solicitado por informais e microempreendedores

Triider facilita e moderniza a contratação de prestadores qualificados

Imagem iluminada de Nossa Senhora é inaugurada na Praça do Papa

Cidade de Antônio Prado tem tudo para competir em Turismo na Serra Gaúcha

Hotéis sorteiam diárias para o segundo semestre nas montanhas

Destinos e atrativos nacionais à distância de alguns cliques

Salário de funcionários de pequenas e médias empresas será financiado pelo governo

COVID-19 – Malha aérea essencial começa no sábado (28)

Ministérios do Turismo e da Justiça e Segurança Pública tratam de remarcação de viagens e direitos dos turistas

Coronavírus: bancos e fintechs prometem suspender dívidas de estabelecimentos

Comunicado Oficial da Comissão Organizadora da Festa da Penha

Ruínas do Sítio Histórico da Igreja de São José do Queimado: museu a céu aberto no Município de Serra

Divulgada programação da Festa de Nossa Senhora da Penha

Governo lança nota interministerial para orientar consumidor

Espírito Santo comemora Dia Nacional do Imigrante Italiano no Brasil

Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Turismo debate Coronavírus

Aeroportos de Vitória, Curitiba, Campinas e Brasília ganham prêmio de melhores do país

MTur discute novos critérios para atualização do Mapa do Turismo

Carnaval 2020: primeiro dia com muito samba e show de Sandra de Sá

Embratur e Fornatur alinham estratégia de promoção

MTur apoia festas de Carnaval em diversos estados brasileiros

Pavilhão de Carapina conta com eventos agendados até 2021

Organização Mundial de Turismo e Centro de Culinária Basca lançam 2º Concurso de Turismo de Gastronomia

Brasil e Emirados Árabes fortalecem relação para atração de turistas

Carnaval: 100 mil turistas devem desembarcar de cruzeiros no Rio de Janeiro

Entrada de turistas dos EUA, Canadá e Austrália no Brasil cresce 16% após isenção de visto

Carnaval deve movimentar R$ 8 bilhões no setor turístico

31ª Sommerfest começa em Domingos Martins e será solidária às vítimas das chuvas

Setur faz levantamento para recuperação de atrativos turísticos em cidades atingidas pelas chuvas

Em ação inédita, Embratur busca nos EUA investimentos para o turismo náutico no Brasil

Carnaval de Vitória 2020: veja a programação completa

Turistas e capixabas já podem compartilhar Ilustrações dos pontos turísticos do ES

Pesquisa no Réveillon mostra que 96,3% dos entrevistados recomendam o ES

MASP bate recorde de visitação em 2019

ES apresenta indicadores sobre a economia do turismo e do Réveillon capixaba

Sudeste é a principal escolha no verão para maioria dos turistas do Norte do país

Vivalá oferece Turismo aliado a participação voluntária em locais paradisíacos do Brasil

Nova empresa low cost anuncia voos internacionais para o Brasil

Com expectativa de mais turistas, aeroportos se prepararam para alta temporada

Turistas pela primeira vez no ES deslumbrados com belezas de Vitória e Vila Velha

Grupo Zurich inicia operação do Aeroporto de Vitória

Secretaria de Turismo faz pesquisa de demanda turística durante Ano Novo e Verão

Região Nordeste: Empresários da hotelaria estão otimistas com gastos de turistas no verão

Turismo de observação de baleias na costa capixaba faz sucesso em 2019

Museu em Santa Teresa apresenta vida e obra de Augusto Ruschi, Patrono da Ecologia

Brasil registra 27% de crescimento nas buscas globais por viagens para 2020

Aplicativo Angels facilita ato de doações para instituições de assistência social

Setor hoteleiro tem perspectiva de aumento na geração de emprego em 2020

Projeto para reformar Sítio Histórico da Prainha valoriza a natureza, memória, mobilidade…

Evento nacional promove o agroturismo capixaba

Enbrav 2019 Serra Gaúcha exibe atrativos diferenciados a agentes de viagem do Brasil

Cidade de Montevidéu trabalha para aumentar fluxo de Turistas brasileiros

Estado do Espírito Santo destaca-se entre as quase três mil marcas da Festuris 2019

Meeting FESTURIS 2019: Embratur aponta ecoturismo como o futuro do setor

Embratur negocia aumento de voos entre Catar e Brasil

Tarifário Turístico é tema de capacitação na região das Montanhas Capixabas

Restaurantes de Manguinhos lançam cardápio de verão nesta sexta-feira, 15 de novembro

Conheça o Espírito Santo

Receita de Mocotó

Dia da Moqueca capixaba é celebrado nesta quarta (30)

Veneza se prepara para a volta dos turistas

Ainda vazia por causa da pandemia de coronavírus, cidade italiana se prepara para receber visitantes novamente. Alguns querem rever as multidões no local, outros pedem medidas para buscar clientela mais seletiva.

Veneza conseguiu “respirar” na pandemia, mas fluxo de turistas começa a crescer

Na Praça de São Marcos, uma gaivota leva da mão de um menino o sanduíche embrulhado em papel alumínio. Ele solta um riso nervoso, sua mãe o puxa. A alta probabilidade de se tornar vítima de um pássaro faminto é uma das desvantagens de se estar praticamente sozinho num dos pontos turísticos mais famosos de Veneza.

Geralmente, gente de todos os cantos do mundo se aglomera na Praça de São Marcos, alguns se deliciam com um café caro demais num dos bares, ou compram lembranças que trazem a palavra “Venezia” estampada. Uns são atraídos pelos museus de renome, outros tiram uma selfie.

Mas nada é normal em Veneza nesse momento. Embora mais normal do que antes de 3 de junho, quando os cidadãos da União Europeia passaram a não ter mais que ficar em quarentena por duas semanas ao ingressar na Itália.

Foi também uma data prenunciando o retorno a uma espécie de cotidiano, após meses difíceis e rigorosas medidas de isolamento social. A Itália foi o primeiro país da Europa a ser atingido pela crise do coronavírus, e com um número especialmente alto de mortos a prantear.

A ativista Jane da Mosto descreve Veneza como um “limão espremido” pelo governo local

Entretanto, por mais difícil que a situação tenha sido, e ainda é, a covid-19 deu a Veneza um tempo para respirar. Segundo dados oficiais, 12,5 milhões de turistas pernoitaram na cidade em 2019, e cerca de 15 a 16 milhões a visitaram para passeios de um dia.

Isso é demais, na opinião de Jane da Mosto. Ela nasceu na África do Sul e vive em Veneza há 25 anos, com o marido, um veneziano, e quatro filhos. Quando fala da cidade que escolheu para morar, ela a descreve como um “limão espremido” pelo governo local, ou como uma “vaca ordenhada”.

Com sua iniciativa We are here, Venice (Estamos aqui, Veneza), ela luta contra os navios de cruzeiro, contra o turismo de massa, que, na sua opinião, destrói a alma de Veneza. O que a deixa particularmente irritada é o fato de apenas alguns ainda quererem ou poderem viver na cidade. Os habitantes são pouco mais de 51 mil no momento. Para muitos proprietários, é muito mais lucrativo alugar para turistas do que para famílias com renda normal.

Paola Mar, responsável pelo setor de turismo local, quer criar uma taxa de entrada na cidade

Jane da Mosto reivindica que o governo local crie incentivos para que os venezianos possam encontrar empregos em outros setores fora do turismo. “Meus quatro filhos amam a cidade e querem ter um futuro aqui”, diz Mosto.

Fique mais tempo, gaste mais

Nicolo Bortolato é – como 65% dos habitantes de Veneza – dependente de visitantes, mas quer para seu hotel um grupo-alvo semelhante ao que Jane da Mosto quer para a cidade: gente que visita Veneza por estar interessada nela, para mergulhar em sua história milenar.

Há dez anos, Bortolato e outros converteram o conhecido Palazzetto Pisani em hotel. Quem lá fica não paga apenas por acomodação e café da manhã, mas também convive com o charme veneziano. Há pinturas em toda parte, um salão com móveis antigos de madeira, onde os hóspedes podem se sentar e conversar.

É esse tipo de turista que muitos de Veneza gostariam de ver na cidade: quem pode gastar alguns euros a mais.

Até a responsável em Veneza por atrair o maior número possível de visitantes diz que as coisas não podem continuar como antes. Paola Mar, responsável pelo setor de turismo local, queria introduzir taxas de entrada em julho, mas a pandemia chegou, e tudo foi adiado.

Mar mora no continente. Seus críticos dizem que o comissária de Turismo não sabe o que é ter que se espremer entre multidões para ir ao trabalho ou se assustar todos os dias pelos hóspedes de Airbnb que batem à porta porque se enganaram de apartamento.

Hossein Ismail, gerente do Café Aurora na Praça de São Marcos, espera ansioso pelo retorno dos turistas

Outros problemas

Quando alguém questiona Paola Mar sobre um limite para o número de turistas, ela eleva a voz, quase um pouco irritada. “Como isso pode ser implementado?”, pergunta. Em vez disso, ela quer introduzir reservas obrigatórias, para controlar as multidões de turistas no futuro.

Para muitos venezianos, isso não basta: eles argumentam que sua cidade não sofre apenas com o excesso de visitantes, mas também por suas fundações estarem afundando. Em novembro mesmo, uma inundação paralisou Veneza e causou imensos danos a muitas casas.

Marco, gondoleiro do Canal Grande, mostra a que altura a água chegou, na época. Ele é um dos que se beneficiam do turismo e agora é particularmente afetado pela crise. Dos seus mais de 400 colegas, muitos ainda estão desempregados. Ele diz esperar que os visitantes voltem em breve.

Hossein Ismail, gerente do Café Aurora na Praça de São Marcos, vê as coisas da mesma forma. Ele conversa com seus colegas, caminha de um lado para o outro entre as cadeiras azul-turquesa. Estão todas vazias, até que duas alemãs se sentam e se queixam dos vaporettos: os ônibus aquáticos venezianos já estão novamente superlotados.

______________

*Publicado originalmente por Deutsche Welle, emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

Turismo e Serviços

Ler anterior

Mais recursos e possibilidade de utilização do Fundo de Aval Bandes para setor turístico

Ler próximo

Visitar cidades turísticas “em tempo real” é opção durante isolamento social

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Follow On Instagram