Destaques :

Espírito Santo inova no sistema de informações turísticas com o uso de QR Code

Qualifica ES Turismo capacita Policia Militar para atendimento ao turista

Espírito Santo tem participação expressiva na Abav Expo Internacional de Turismo 2019

Cidade de Antônio Prado tem tudo para competir em Turismo na Serra Gaúcha

Hotéis sorteiam diárias para o segundo semestre nas montanhas

Destinos e atrativos nacionais à distância de alguns cliques

Salário de funcionários de pequenas e médias empresas será financiado pelo governo

COVID-19 – Malha aérea essencial começa no sábado (28)

Ministérios do Turismo e da Justiça e Segurança Pública tratam de remarcação de viagens e direitos dos turistas

Coronavírus: bancos e fintechs prometem suspender dívidas de estabelecimentos

Comunicado Oficial da Comissão Organizadora da Festa da Penha

Ruínas do Sítio Histórico da Igreja de São José do Queimado: museu a céu aberto no Município de Serra

Divulgada programação da Festa de Nossa Senhora da Penha

Governo lança nota interministerial para orientar consumidor

Espírito Santo comemora Dia Nacional do Imigrante Italiano no Brasil

Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Turismo debate Coronavírus

Aeroportos de Vitória, Curitiba, Campinas e Brasília ganham prêmio de melhores do país

MTur discute novos critérios para atualização do Mapa do Turismo

Carnaval 2020: primeiro dia com muito samba e show de Sandra de Sá

Embratur e Fornatur alinham estratégia de promoção

MTur apoia festas de Carnaval em diversos estados brasileiros

Pavilhão de Carapina conta com eventos agendados até 2021

Organização Mundial de Turismo e Centro de Culinária Basca lançam 2º Concurso de Turismo de Gastronomia

Brasil e Emirados Árabes fortalecem relação para atração de turistas

Carnaval: 100 mil turistas devem desembarcar de cruzeiros no Rio de Janeiro

Entrada de turistas dos EUA, Canadá e Austrália no Brasil cresce 16% após isenção de visto

Carnaval deve movimentar R$ 8 bilhões no setor turístico

31ª Sommerfest começa em Domingos Martins e será solidária às vítimas das chuvas

Setur faz levantamento para recuperação de atrativos turísticos em cidades atingidas pelas chuvas

Em ação inédita, Embratur busca nos EUA investimentos para o turismo náutico no Brasil

Carnaval de Vitória 2020: veja a programação completa

Turistas e capixabas já podem compartilhar Ilustrações dos pontos turísticos do ES

Pesquisa no Réveillon mostra que 96,3% dos entrevistados recomendam o ES

MASP bate recorde de visitação em 2019

ES apresenta indicadores sobre a economia do turismo e do Réveillon capixaba

Sudeste é a principal escolha no verão para maioria dos turistas do Norte do país

Vivalá oferece Turismo aliado a participação voluntária em locais paradisíacos do Brasil

Nova empresa low cost anuncia voos internacionais para o Brasil

Com expectativa de mais turistas, aeroportos se prepararam para alta temporada

Turistas pela primeira vez no ES deslumbrados com belezas de Vitória e Vila Velha

Grupo Zurich inicia operação do Aeroporto de Vitória

Secretaria de Turismo faz pesquisa de demanda turística durante Ano Novo e Verão

Região Nordeste: Empresários da hotelaria estão otimistas com gastos de turistas no verão

Turismo de observação de baleias na costa capixaba faz sucesso em 2019

Museu em Santa Teresa apresenta vida e obra de Augusto Ruschi, Patrono da Ecologia

Brasil registra 27% de crescimento nas buscas globais por viagens para 2020

Aplicativo Angels facilita ato de doações para instituições de assistência social

Setor hoteleiro tem perspectiva de aumento na geração de emprego em 2020

Projeto para reformar Sítio Histórico da Prainha valoriza a natureza, memória, mobilidade…

Evento nacional promove o agroturismo capixaba

Enbrav 2019 Serra Gaúcha exibe atrativos diferenciados a agentes de viagem do Brasil

Cidade de Montevidéu trabalha para aumentar fluxo de Turistas brasileiros

Estado do Espírito Santo destaca-se entre as quase três mil marcas da Festuris 2019

Meeting FESTURIS 2019: Embratur aponta ecoturismo como o futuro do setor

Embratur negocia aumento de voos entre Catar e Brasil

Tarifário Turístico é tema de capacitação na região das Montanhas Capixabas

Restaurantes de Manguinhos lançam cardápio de verão nesta sexta-feira, 15 de novembro

Conheça o Espírito Santo

Receita de Mocotó

Dia da Moqueca capixaba é celebrado nesta quarta (30)

Espírito Santo Convention & Visitors Bureau promove passeio em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Por João Zuccaratto*

O Espírito Santo Convention & Visitors Bureau é organização da Sociedade Civil voltada à criação, captação, desenvolvimento e promoção das realizações atreladas aos mais importantes segmentos do Turismo —Eventos e Negócios — na terra capixaba.

Para alcançar sucesso em seus objetivos, conta com decisivas participações femininas, empreendedora ou não, muitas delas comandando empresas mantenedoras da entidade. Assim, não poderia ficar ausente nas comemorações pelo Dia Internacional da Mulher.

E, fugindo do tradicional — encontros em ambientes fechados, entrega de diplomas etc. —, driblou o lugar comum, oferecendo às convidadas programação centrada em passeio pelos principais atrativos de Turismo da Cidade de Vitória e da Cidade de Vila Velha.

A bordo do Bustour —ônibus de dois pavimentos voltado à realização de city tours —, deixando a Praia de Camburi, seguiram pela Enseada do Suá, na Cidade de Vitória. Dali, cruzaram a Terceira Ponte, fazendo sua primeira parada no Farol  Santa Luzia.

Ele está situado no extremo Nordeste da Cidade de Vila Velha, pelo lado Sul do belo canal permitindo o acesso dos navios ao complexo formado pelo Porto de Vitória, a Norte, e os diversos portos do Município de Vila Velha, dispostospelo lado oposto.

Considerado o terceiro local mais procurado por visitantes na Cidade de Vila Velha — atrás do Convento de Penha e da loja de produtos da Chocolates Garoto —, o local, recentemente restaurado e aberto para a visitação pública, recebeu novas melhorias.

Dois deques em madeira, avançando sobre as pedras, em direção ao espaço de quebra das ondas, aproximam mais ainda as pessoas do mar, com total conforto e segurança. E, permitindo vistas belíssimas, criam momentos para muitas fotos e gravação de vídeos.

Os grupos, acompanhados e controlados por monitores locais, recebem informações sobre a construção e a utilidade atual do Farol Santa Luzia. A qualquer momento pode-se aproveitar a estrutura ali existente, destacando-se loja de artesanato e toaletes.

Encerrada essa visita, retorno à Ilha de Vitória, com destino ao Instituto Baleia Jubarte, na Praça do Papa. Todos se surpreenderam com a recuperação da estrutura ali existente, pois, até recentemente,estava abandonada, apresentando-se castigada pela depredação.

Natália, Cinthia Costa, Denise Rangel, Pró-Reitoria da Ufes, e Aline Geiza Risso do ES Convention & Visitors Bureau ,  e Aline da Pró-Reitoria da Ufes.

Lá, conhecerem os pormenores das expedições para a observação dos cetáceos quando estes cruzam o oceano na frente da Cidade de Vitória, nas migrações ida e volta entre a Antártida e o Arquipélago de Abrolhos, localizado ao Sul do litoral do Estado da Bahia.

Cláudia Rangel e Cínthia Costa da Pró-Reitoria de Extensão da UFES

A próxima parada foi na unidade do Projeto Tamar, localizada praticamente ao lado do Instituto Baleia Jubarte. Afinal, foi montadabem no topo elevação formadora da, antes, Ilha do Papagaio — agora, interligada à Ilha de Vitória pelo aterro da Enseada do Suá.

Ali, conheceu-se o trabalho de proteção às tartarugas marinhas no litoral do Estado do Espírito Santo, cujo sucesso levou a se denominar a extensa área de mar entre Cidade de Vitória, Complexo do Porto de Tubarão e Morro do Moreno como Baía das Tartarugas.

Marcela Oliveria Savergenini – Prefeitura Municipal de Cariacica

Também foi possível admirar belas paisagens do entorno, emolduradas pela imponência da Terceira Ponte a Leste e distribuídas ao longo das margens do canal para acesso aos portos: na Sul, riquezas da Cidade de Vila Velha; e, na Norte, as da Cidade de Vitória.

Turistas mineiras se encantaram com o Instituto Jubarte e o Projeto Tamar

Na primeira, Morro do Moreno, Forte de Piratininga, Convento da Penha, Prainha, escola da Marinha, Morro de Vista Linda, ruínas de fábrica de sabão, Ilha das Cobras e Morro do Penedo; na segunda, Ilha do Boi, Enseada do Suá e Morro Jesus de Nazareth.

Ainda naquelas proximidades, como estava no horário de almoço, o grupo dirigiu-se ao Hortomercado. Após degustação de chope artesanal oferecido pela Casa do Cervejeiro, momento de se aproveitar descontos especiais oferecidos por restaurantes ali instalados.

Com todo mundo alimentado, partida em direção ao Sambão do Povo, sambódromo da Cidade de Vitória. Suas instalações recebem os desfiles das escolas de samba existentes na capital dos capixabas, Cidade de Cariacica, Cidade de Serra e Cidade de Vila Velha.

Nos últimos anos, o evento alcançou sucesso até internacional, após ser antecipado em uma semana em relação à data oficial das festas. Isso eliminou a competição desigual com os grandes desfiles realizados na Cidade de São Paulo e na Cidade do Rio Janeiro.

De lá, um pulo no Museu Vale, situado em Paul, bairro da Cidade de Vila Velha, com máquina a vapor estacionada no pátio, peças históricas expostas pelos pavimentos da estação ferroviária e galeria de arte instalada em depósito de mercadorias desativado.

E, também, o jardim emoldurando as instalações à beira do mar; Café do Museu, misto de bar e restaurante ocupando vagões de trem; e, finalmente, a singular vista do Centro da Cidade de Vitória — tendo o verde do Morro da Fonte Grande como pano de fundo.

Iniciando o retorno ao ponto de saída, o Bustour circulouno Centro Histórico da Cidade de Vitória. Assim, todos contemplaram a arquitetura das igrejas e dos prédios tombados, todos eles relacionados a momentos marcantes da trajetória do Estado do Espírito santo.

Novamente na Enseada do Suá, junto à Curva da Jurema, observação dos monumentos da Imigração Italiana, Imigração Portuguesa, Povo Negro e o mais novo deles, chamado Vitória 360 Graus, ali instalado nas comemorações pelos 467 anos da Cidade de Vitória.

Algumas curiosidades sobre o Dia Internacional da Mulher

A data de 8 de março foi instituída como Dia Internacional da Mulher pela Organização das Nações Unidas — ONU. Isso aconteceu em 1975, quando a entidade comemorou o Ano Internacional da Mulher, promovendo eventos relativos ao tema em todo o mundo.

Assim, a cada 365 dias, os mais diferentes povos pelo nosso planeta são lembrados das conquistas econômicas, políticas e sociais das mulheres, independentemente de divisões culturais, étnicas, linguísticas, nacionais, políticas e religiosas possivelmente existentes.

Atualmente, é comemorada em mais de 100 países como dia de protestos por direitos encontra a edulcorada celebração do feminino, como no Dia das Mães. Mas, apesar de já estarmos na segunda década do século XIX, anos 2000, é ignorada por muitas nações.

O estabelecimento do Dia Internacional da Mulher coroou de êxito lutas iniciadas ainda no final dos anos 1800, nos Estados Unidos da América e na Europa, no contexto das buscas visando melhores condições de vida, direito de votar e igualdade no trabalho.

• 28 de fevereiro de 1909

A ideia da celebração anual surgiu após o Partido Socialista da América organizar, em 28 de fevereiro de 1909, um Dia da Mulher, na Cidade de Nova York, realizado como jornada de manifestação pela igualdade de direitos civis e em favor do voto feminino. A partir daí, houve manifestações e marchas em países europeus nos anos seguintes, usualmente durante a semana de comemorações da Comuna de Paris, no final de março. As manifestações uniam o movimento socialista, lutando por igualdade de direitos econômicos, sociais e trabalhistas, ao movimento sufragista, buscando igualdade de direitos políticos.

• 26 de agosto de 1910

Durante as Conferências de Mulheres da Internacional Socialista, realizadas na Cidade de Copenhague, a capital do Dinamarca, a líder socialista da Alemanha,Clara Zetkin, sugeriu celebrar um Dia da Mulher todos os anos dali em diante, mas sem sugerir data específica para isso.

• 19 de março de 1911

No dia 19 de março de 1911, na Alemanha, Áustria, Dinamarca e Suíça,o Dia Internacional da Mulher foi observado quando mais de um milhão de homens e mulheres participaram de manifestações exigindo direitos de votar, ser votada, trabalhar, receber educação vocacional e, também, o fim da discriminação no trabalho.

• 25 de março de 1911

Por muitos anos, associou-se o 8 de março a incêndios em fábricas, no início do século XX, anos 1900, quando centenas de operárias teriam perecido. O mais conhecido é o da Triangle Shirtwaist, de 25 de março de 1911, matando 125 mulheres e 21 homens.

• 1913

A partir de 1913, as mulheres russas passaram a celebrar a data com manifestações realizadas no último domingo de fevereiro.

• 8 de março de 1917

Em 8 de março de 1917, ainda na Rússia Imperial, organizou-se grande passeata de mulheres em protesto contra carestia, desemprego e deterioração geral das condições de vida no país.Operários metalúrgicos se juntaram à manifestação, prolongando-a por muitos dias. A repressão brutal àquele movimento precipitou a Revolução de 1917.Nos anos seguintes, o Dia da Mulher passou a ser comemorado naquela mesma data em todos os países da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas — URSS.

• 1955

Artigo publicado no jornal L’Humanitép, produzido por Françoise Picq e Liliane Kandel, coloca como mito a data de 8 de março ter origem na celebração da luta e da greve de trabalhadoras no setor têxtil da Cidade de Nova York, em 1857, duramente reprimidas pela polícia ou mortas em incêndio criminoso na fábrica Triangle Shirtwaist.

• Década de 1960 O Dia Internacional da Mulher, depois de comemorado durante as décadas de 1910 e 1920, caiu no esquecimento, só sendo recuperada pelo Movimento Feminista, já na década de 1960.

*João Zuccaratto é Jornalista especializado em turismo sediado na cidade de Vitória – ES / (27) 9-8112-6920

Ler anterior

Ministérios do Turismo e da Justiça e Segurança Pública tratam de remarcação de viagens e direitos dos turistas

Ler próximo

Hotéis vão hospedar profissionais da Saúde para que descansem e se isolem das famílias.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

Follow On Instagram