Destaques :

Espírito Santo inova no sistema de informações turísticas com o uso de QR Code

Qualifica ES Turismo capacita Policia Militar para atendimento ao turista

Espírito Santo tem participação expressiva na Abav Expo Internacional de Turismo 2019

Guarapari receberá voos diretos de Belo Horizonte em dezembro e janeiro próximos

Maratona de Aventura em Pedra Azul consolida retomada do turismo no Espírito Santo

Começa edição capixaba do Janelas CASACOR

Tubarões Museu reabre para o público em Fernando de Noronha

“O setor hoteleiro tem papel fundamental nesta retomada”, afirma ministro do Turismo durante Conotel

60% dos brasileiros consideram protocolos sanitários fundamentais em viagens, aponta pesquisa

Vitória inaugura temporada do Janelas CASACOR

MTur e DNOCS discutem reaproveitamento turístico de imóveis públicos

Itália endurece restrições para conter alta da covid-19

MTur apresenta ações para a retomada do turismo a interlocutores do PRT

ABAV Collab encerra jornada virtual inédita com perto de 20 mil visitações

MTur vai criar TV Turismo para qualificar e capacitar profissionais do setor

Agências de viagens ABAV reúnem-se em plataforma virtual com mais de 300 ofertas

Na abertura do ABAV Collab, em Salvador, líderes de entidades e empresários celebram o Dia Mundial do Turismo

Conheça os 10 finalistas do 1º Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo

Comunidade Global unida para celebrar o Dia Mundial do Turismo de 2020 em torno do turismo e do desenvolvimento Rural

Algumas curiosidades interessantes sobre origem histórica do moderno idioma Italiano

Organizadores confirmam Festuris 2020 de forma presencial para 5 a 8 de novembro

20 mil empreendimentos e guias de turismo já possuem Selo Turismo Responsável

Marcas nacionais e internacionais confirmam participação no ABAV Collab

Passeios para observação de baleias são retomados no Espírito Santo

Castelhanos, em Anchieta, promove 4º Festival da Moqueca Capixaba on-line

MTur apoia retomada de eventos turísticos e culturais no Distrito Federal

Festival de Gastronomia Senac: um duelo das moquecas baiana e capixaba

Rede Brasileira de Trilhas cria site com informações sobre percursos para visitação

Mobilidade em novos tempos de infecção e afastamento social

Ministério do Turismo divulga valores para apoiar cultura nos estados e Distrito Federal

Produtores de conteúdo de viagem se unem para lançar e-book

Vídeos de guiamento em pontos turísticos do Espírito Santo serão premiados

Agroturismo e restaurantes das montanhas preparados para atender clientes

Sai novo edital para gestão e restauração do Cais do Hidroavião

Movimento Supera Turismo realiza Webinar com expoentes que comandaram a Embratur

Coreto Digital é exemplo de criatividade nas inovações urbanas da Cidade de Curitiba

Carnaval de Congo de Máscaras e João Bananeira tornam-se Patrimônios Imateriais do Município de Cariacica

Selo Turismo Responsável já foi solicitado por 8 mil prestadores de serviços turísticos

3º Festival de Cinema de Santa Teresa

Aeroporto de Vitória amplia opções de voos a partir desta semana

Turismo da Serra Gaúcha ainda melhor com o Wyndham Gramado Termas Resort & Spa

Visitar cidades turísticas “em tempo real” é opção durante isolamento social

Programa de Regionalização do Turismo é tema de videoconferência

Troca de doações por cerveja? Sucesso em solidariedade, na bela Cidade de Gramado

Setur e IJSN divulgam resultados da Economia do Turismo capixaba para o primeiro trimestre de 2020

OMT lança diretrizes globais para a reabertura do turismo

Senac lança observatório gastronômico online para fortalecer a Gastronomia Regional

Setur participa da elaboração do plano de retomada do turismo nas Montanhas Capixabas

Gramado na Caixa comercializa produtos de Turismo em sistema de assinatura mensal

Projeto usa atividade lúdica para mostrar importância da preservação do patrimônio histórico

18ª Semana Nacional de Museus começa nessa segunda-feira

Lives com atrações culturais celebram o Dia Internacional da Língua Portuguesa

Ícone mundial, capital de todos os brasileiros chega aos 60 anos!

#RezeEmCasa: confira a programação da Festa da Penha Interativa

Auxílio emergencial já pode ser solicitado por informais e microempreendedores

Triider facilita e moderniza a contratação de prestadores qualificados

Imagem iluminada de Nossa Senhora é inaugurada na Praça do Papa

Cidade de Antônio Prado tem tudo para competir em Turismo na Serra Gaúcha

Hotéis sorteiam diárias para o segundo semestre nas montanhas

Destinos e atrativos nacionais à distância de alguns cliques

Salário de funcionários de pequenas e médias empresas será financiado pelo governo

COVID-19 – Malha aérea essencial começa no sábado (28)

Ministérios do Turismo e da Justiça e Segurança Pública tratam de remarcação de viagens e direitos dos turistas

Coronavírus: bancos e fintechs prometem suspender dívidas de estabelecimentos

Comunicado Oficial da Comissão Organizadora da Festa da Penha

Ruínas do Sítio Histórico da Igreja de São José do Queimado: museu a céu aberto no Município de Serra

Divulgada programação da Festa de Nossa Senhora da Penha

Governo lança nota interministerial para orientar consumidor

Espírito Santo comemora Dia Nacional do Imigrante Italiano no Brasil

Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Turismo debate Coronavírus

Aeroportos de Vitória, Curitiba, Campinas e Brasília ganham prêmio de melhores do país

MTur discute novos critérios para atualização do Mapa do Turismo

Carnaval 2020: primeiro dia com muito samba e show de Sandra de Sá

Embratur e Fornatur alinham estratégia de promoção

MTur apoia festas de Carnaval em diversos estados brasileiros

Pavilhão de Carapina conta com eventos agendados até 2021

Organização Mundial de Turismo e Centro de Culinária Basca lançam 2º Concurso de Turismo de Gastronomia

Brasil e Emirados Árabes fortalecem relação para atração de turistas

Carnaval: 100 mil turistas devem desembarcar de cruzeiros no Rio de Janeiro

Entrada de turistas dos EUA, Canadá e Austrália no Brasil cresce 16% após isenção de visto

Carnaval deve movimentar R$ 8 bilhões no setor turístico

31ª Sommerfest começa em Domingos Martins e será solidária às vítimas das chuvas

Setur faz levantamento para recuperação de atrativos turísticos em cidades atingidas pelas chuvas

Em ação inédita, Embratur busca nos EUA investimentos para o turismo náutico no Brasil

Carnaval de Vitória 2020: veja a programação completa

Turistas e capixabas já podem compartilhar Ilustrações dos pontos turísticos do ES

Pesquisa no Réveillon mostra que 96,3% dos entrevistados recomendam o ES

MASP bate recorde de visitação em 2019

ES apresenta indicadores sobre a economia do turismo e do Réveillon capixaba

Sudeste é a principal escolha no verão para maioria dos turistas do Norte do país

Vivalá oferece Turismo aliado a participação voluntária em locais paradisíacos do Brasil

Nova empresa low cost anuncia voos internacionais para o Brasil

Com expectativa de mais turistas, aeroportos se prepararam para alta temporada

Turistas pela primeira vez no ES deslumbrados com belezas de Vitória e Vila Velha

Grupo Zurich inicia operação do Aeroporto de Vitória

Secretaria de Turismo faz pesquisa de demanda turística durante Ano Novo e Verão

Região Nordeste: Empresários da hotelaria estão otimistas com gastos de turistas no verão

Turismo de observação de baleias na costa capixaba faz sucesso em 2019

Museu em Santa Teresa apresenta vida e obra de Augusto Ruschi, Patrono da Ecologia

Brasil registra 27% de crescimento nas buscas globais por viagens para 2020

Aplicativo Angels facilita ato de doações para instituições de assistência social

Setor hoteleiro tem perspectiva de aumento na geração de emprego em 2020

Projeto para reformar Sítio Histórico da Prainha valoriza a natureza, memória, mobilidade…

Evento nacional promove o agroturismo capixaba

Enbrav 2019 Serra Gaúcha exibe atrativos diferenciados a agentes de viagem do Brasil

Cidade de Montevidéu trabalha para aumentar fluxo de Turistas brasileiros

Estado do Espírito Santo destaca-se entre as quase três mil marcas da Festuris 2019

Meeting FESTURIS 2019: Embratur aponta ecoturismo como o futuro do setor

Embratur negocia aumento de voos entre Catar e Brasil

Tarifário Turístico é tema de capacitação na região das Montanhas Capixabas

Restaurantes de Manguinhos lançam cardápio de verão nesta sexta-feira, 15 de novembro

Conheça o Espírito Santo

Receita de Mocotó

Dia da Moqueca capixaba é celebrado nesta quarta (30)

Carnaval de Congo de Máscaras e João Bananeira tornam-se Patrimônios Imateriais do Município de Cariacica

Agora, tanto a manifestação, o Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água, quanto seu personagem principal, João Bananeira, estão registrados como Patrimônios Imateriais do Município de Cariacica. Os dois são os primeiros a serem agraciados com essa nova condição.

Manifestação e personagem expressam heranças de nativos tupis e tupiniquins, imigrantes europeus e cativos africanos. Evento homenageia Nossa Senhora da Penha, padroeira católica do Estado do Espírito Santo. A festa acontece na bela área rural do Município de Cariacica.

Carnaval de Congo de Máscaras e João Bananeira: patrimônios

O Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água, e o principal personagem daquela festa, João Bananeira, agora estão registrados como Patrimônios Imateriais do Município de Cariacica. As duas manifestações populares são as primeiras elevadas a essa nova condição.

O decreto da Prefeitura, com a oficialização do registro do Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água, torna obrigatório o cumprimento de uma série de procedimentos voltados à preservação, proteção e valorização dessa riqueza. Eles podem ser assim resumidos:

  • Data de realização móvel, marcada de acordo com a comemoração da Páscoa;
  • Manutenção da estrutura, organização e modos tradicionais de fazer o festejo;
  • Protagonismo das bandas de congo do Município de Cariacica, as fazedoras da festa;
  • Presença de imagem de Nossa Senhora da Penha no cortejo, missa e local dos festejos;
  • Cortejo cumprindo roteiro saindo da casa do festeiro em direção à missa campal;
  • Missa campal com a participação ativa de todos os grupos de congo presentes;
  • Encontro das bandas de congo do Município de Cariacica com as demais presentes; e,
  • Presença indispensável dos personagens tradicionais: mascarado, burrinha e João Bananeira.

O mesmo acontece com o personagem destacada daquela festividade, o João Bananeira. Seu instrumento legal de registro também especifica ser obrigatório seguir e cumprir procedimentos de preservação, proteção e valorização. Eles estão relacionados na lista reproduzida a seguir:

  • Modos de fazer os trajes de folhas secas de bananeiras, amarradas em formato de saia;
  • Obrigatoriedade do uso dos trajes, de modo a esconder partes do corpo do brincante;
  • Formas de produzir as máscaras coloridas: papel e cola ou grude sobre carranca de barro;
  • Obrigatoriedade do uso das máscaras, para esconder a identidade do brincante;
  • Manutenção de sigilo quanto à identidade da pessoa que incorpora e representa o brincante;
  • Características dos brincantes fingirem assustar as crianças, correndo atrás delas; e,
  • Características dos brincantes dançar com os foliões durante o Carnaval de Congo de Máscaras.

Por fim, o ícone João Bananeira, agora bem de valores cultural, histórico, patrimonial e social, deverá ser reconhecido por todas as instituições municipais públicas e privadas, e seu estudo ser incluído na grade curricular de todas as escolas em funcionamento no Município de Cariacica.

Agora, tanto a manifestação, o Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água, quanto seu personagem principal, João Bananeira, estão registrados como Patrimônios Imateriais do Município de Cariacica. Os dois são os primeiros a serem agraciados com essa nova condição.

Patrimônio Imaterial do Brasil: acervo inestimável

O procedimento de registro oficial cria um conjunto de instrumentos legais fundamentais e necessários para preservação, reconhecimento e valorização dos bens relacionados à formação da sociedade brasileira, cujo conjunto forma o acervo descrito como Patrimônio Imaterial do Brasil.

E este pode ser resumido em artes, celebrações, cancioneiros, conhecimentos, expressões, músicas, práticas, representações, saberes e técnicas desenvolvidas e guardadas, ao longo dos séculos, por grupos sociais diversos, formados tanto por nativos quanto negros ou brancos.

Assim, as possibilidades de serem registrados novos Patrimônios Imateriais, tanto no Município de Cariacica quanto em todos os outros do território nacional são praticamente infinitas. Passo posterior é buscar a elevação dessa condição, transformando-os em Patrimônio Imaterial do País.

No Estado do Espírito Santo, até o momento, apenas o método de produção das panelas de barro da comunidade do Bairro de Goiabeiras, na Cidade de Vitória, a capital capixaba, alcançou esse patamar. Outro com enormes condições de chegar lá é o modo de preparo da moqueca capixaba.

O acervo do Patrimônio Imaterial reúne artes, celebrações, cancioneiros, conhecimentos, expressões, músicas, práticas, representações, saberes e técnicas desenvolvidas e guardadas, ao longo dos séculos, por grupos sociais formados tanto por nativos quanto negros ou brancos

Congo: dança e música trazida por escravos africanos

Congo é um dos muitos conjuntos de danças e músicas trazidas pelos escravos para o Brasil no Período Colonial. É particularmente caracterizada pelo uso de tambores rústicos, em vários tamanhos, trajes em cores vivas e coreografias típicas — além de cânticos invocando deuses.

Nos dois últimos séculos, evoluiu para uma manifestação folclórica e religiosa. Desenvolve-se durante todo o ano, em várias regiões do País, homenageando quatro representações relacionadas ao catolicismo: Divino Espírito Santo, São Benedito, São Sebastião e Nossa Senhora da Penha.

As festas em homenagem ao Divino Espírito Santo da Cidade de Alcântara, vizinha à Cidade de São Luís, a capital do Estado do Maranhão, e da Cidade de Pirenópolis, situada a 20 quilômetros a Nordeste da Cidade de Goiânia, a capital do Estado de Goiás, são das mais famosas do Brasil.

Congo: ritmo identificado com o Estado do Espírito Santo

As mais representativas em relação a São Benedito, São Sebastião e Nossa Senhora da Penha estão circunscritas ao espaço geográfico da Região Metropolitana da Grande Vitória — seis Municípios situados no entorno da Cidade de Vitória, a capital do Estado do Espírito Santo.

Ao Norte, o Município de Fundão e o Município de Serra; a Oeste, o Município de Cariacica e o Município de Viana; e, ao Sul, o Município de Vila Velha e o Município de Guarapari. Devido a essa concentração, o congo, praticamente, tornou-se ritmo característico do território capixaba.

A forte influência sobre o cancioneiro local está exemplificada pelo sucesso de “Madalena”, de Martinho da Vila, e trabalhos das bandas nativas de rock Casaca e Maninal. Acordes iniciais de uma criação desta primeira serviu de senha para acionar uma sonda enviada ao planeta Marte.

No Município de Serra, ao Norte, e no Município de Vila Velha, ao Sul, há festas dedicadas a São Benedito. Cortejo por ruas da cidade, animado pelo ritmo e cantoria do congo, escolta um tronco de madeira até o local dele ser fincado ao solo, exibindo estandarte da figura do santo.

Congo é um dos muitos conjuntos de danças e músicas trazidas pelos escravos para o Brasil no Período Colonial. É particularmente caracterizada pelo uso de tambores rústicos, em vários tamanhos, trajes em cores vivas e coreografias típicas — além de cânticos invocando deuses.

Congo: diferenciais criados no Município de Cariacica

No Município de Cariacica, a manifestação do congo tem diferenciais únicos: a devoção é por Nossa Senhora da Penha, a padroeira do Estado do Espírito Santo; o cortejo reúne grupos vindos de todos os outros Municípios vizinhos; e não há escolta nem, muito menos, fincada de mastro.

Após concentração na entrada da Comunidade de Roda d’Água, na Zona Rural, um seguindo o outro, saem cantando e dançando, até um espaço onde acontece uma missa. Durante a celebração, em vez de assistentes passivos, integram-se ao ritual, abrilhantando-o com intervenções musicais.

Nessas oportunidades, destacam-se a simplicidade dos versos e rimas criados pelos mestres das bandas e os acordes afinados, nascidos do manuseio com maestria de instrumentos rústicos, feitos à mão pelos próprios integrantes: apitos, tambores diversas e reco-recos esculpidos em madeira.

Finda a parte solene, nova movimentação, uma banda em seguida a outra, diferenciando-se pelas vestimentas próprias, geralmente em cores berrantes: todos cantando, porta-bandeira evoluindo à frente, participantes dançando e músicos tocando, sob a forte e continuada regência dos mestres.

E seguem até outra grande área, onde acontece o evento traduzido pelo nome da festa: Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água, um Distrito do Município de Cariacica, espraiando-se aos pés do Monte do Mochuara, um ícone do Turismo do Estado do Espírito Santo.

A influência do congo sobre o cancioneiro do Estado do Espírito Santo está exemplificada no sucesso “Madalena”, de Martinho da Vila, e trabalhos das bandas nativas de rock Casaca e Maninal. Acordes iniciais de criação desta primeira serviu de senha para acionar sonda em Marte.

Carnaval de Congo de Máscaras: origem na religiosidade

A origem e o formato dessa manifestação secular, agregando cultura e religiosidade oriundas dos nativos tupis e tupiniquins, imigrantes europeus e cativos africanos, perdeu-se durante o passar do tempo. Mas isso importa pouco para a popularidade do evento, em ritmo crescente ano a ano.

O Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água nasceu das dificuldades dos moradores locais querendo participar das missas, procissões e romarias em homenagem a Nossa Senhora da Penha, realizadas na Cidade de Vila Velha e na Cidade de Vitória, bem distantes.

Assim, eles criaram a sua própria procissão, com a romaria dos fiéis cruzando com fervor as estradas de chão daquela região. Isso é bem provável de ter acontecido mesmo, devido à forte religiosidade católica da maioria dos habitantes do Estado do Espírito Santo até os dias atuais.

No Município de Cariacica, a manifestação do congo tem diferenciais únicos: a devoção é por Nossa Senhora da Penha, a padroeira do Estado do Espírito Santo; o cortejo reúne grupos vindos de todos os outros Municípios vizinhos; e não há escolta nem, muito menos, fincada de mastro.

Carnaval de Congo de Máscaras: João Bananeira

Não demorou, definiu-se um personagem central para a festa: João Bananeira. Há muitas lendas a respeito dele: só aparece no dia da comemoração, nasce do vento, tem a ver com demônios etc. Rosto escondido por máscara de barro, vestido com folhas de bananeira, entra mudo, sai calado.

Sua figura esdrúxula extrapolou os limites do Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água. Hoje, é parte do dia a dia de todos os habitantes do Município de Cariacica — cujo nome veio da expressão tupi “cari-jaci-caá”, com significado de “chegada do homem branco.”

Durante os debates para a construção de uma legislação específica para regular o financiamento público das produções culturais naquela cidade, um ponto não teve discussões: sua identificação. E, assim, foi aprovada a Lei de Incentivo à Cultura do Município de Cariacica João Bananeira.

A figura do personagem João Bananeira extrapolou os limites do Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água. Hoje, é parte do dia a dia de todo o Município de Cariacica — denominação vindo da expressão tupi “cari-jaci-caá”, significando “chegada do homem branco”.

A figura do personagem João Bananeira extrapolou os limites do Carnaval de Congo de Máscaras da Comunidade de Roda d’Água. Hoje, é parte do dia a dia de todo o Município de Cariacica — denominação vindo da expressão.

 

*João Zuccaratto é jornalista especializado em turismo sediado na cidade de Vitória-ES.

Ler anterior

Linhas de créditos e retomada do turismo serão temas de reunião virtual

Ler próximo

Influenciadores capixabas de viagens contam como estão enfrentando a pandemia

One Comment

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Follow On Instagram