Destaques :

Espírito Santo inova no sistema de informações turísticas com o uso de QR Code

Qualifica ES Turismo capacita Policia Militar para atendimento ao turista

Espírito Santo tem participação expressiva na Abav Expo Internacional de Turismo 2019

Cidade de Antônio Prado tem tudo para competir em Turismo na Serra Gaúcha

Hotéis sorteiam diárias para o segundo semestre nas montanhas

Destinos e atrativos nacionais à distância de alguns cliques

Salário de funcionários de pequenas e médias empresas será financiado pelo governo

COVID-19 – Malha aérea essencial começa no sábado (28)

Ministérios do Turismo e da Justiça e Segurança Pública tratam de remarcação de viagens e direitos dos turistas

Coronavírus: bancos e fintechs prometem suspender dívidas de estabelecimentos

Comunicado Oficial da Comissão Organizadora da Festa da Penha

Ruínas do Sítio Histórico da Igreja de São José do Queimado: museu a céu aberto no Município de Serra

Divulgada programação da Festa de Nossa Senhora da Penha

Governo lança nota interministerial para orientar consumidor

Espírito Santo comemora Dia Nacional do Imigrante Italiano no Brasil

Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Turismo debate Coronavírus

Aeroportos de Vitória, Curitiba, Campinas e Brasília ganham prêmio de melhores do país

MTur discute novos critérios para atualização do Mapa do Turismo

Carnaval 2020: primeiro dia com muito samba e show de Sandra de Sá

Embratur e Fornatur alinham estratégia de promoção

MTur apoia festas de Carnaval em diversos estados brasileiros

Pavilhão de Carapina conta com eventos agendados até 2021

Organização Mundial de Turismo e Centro de Culinária Basca lançam 2º Concurso de Turismo de Gastronomia

Brasil e Emirados Árabes fortalecem relação para atração de turistas

Carnaval: 100 mil turistas devem desembarcar de cruzeiros no Rio de Janeiro

Entrada de turistas dos EUA, Canadá e Austrália no Brasil cresce 16% após isenção de visto

Carnaval deve movimentar R$ 8 bilhões no setor turístico

31ª Sommerfest começa em Domingos Martins e será solidária às vítimas das chuvas

Setur faz levantamento para recuperação de atrativos turísticos em cidades atingidas pelas chuvas

Em ação inédita, Embratur busca nos EUA investimentos para o turismo náutico no Brasil

Carnaval de Vitória 2020: veja a programação completa

Turistas e capixabas já podem compartilhar Ilustrações dos pontos turísticos do ES

Pesquisa no Réveillon mostra que 96,3% dos entrevistados recomendam o ES

MASP bate recorde de visitação em 2019

ES apresenta indicadores sobre a economia do turismo e do Réveillon capixaba

Sudeste é a principal escolha no verão para maioria dos turistas do Norte do país

Vivalá oferece Turismo aliado a participação voluntária em locais paradisíacos do Brasil

Nova empresa low cost anuncia voos internacionais para o Brasil

Com expectativa de mais turistas, aeroportos se prepararam para alta temporada

Turistas pela primeira vez no ES deslumbrados com belezas de Vitória e Vila Velha

Grupo Zurich inicia operação do Aeroporto de Vitória

Secretaria de Turismo faz pesquisa de demanda turística durante Ano Novo e Verão

Região Nordeste: Empresários da hotelaria estão otimistas com gastos de turistas no verão

Turismo de observação de baleias na costa capixaba faz sucesso em 2019

Museu em Santa Teresa apresenta vida e obra de Augusto Ruschi, Patrono da Ecologia

Brasil registra 27% de crescimento nas buscas globais por viagens para 2020

Aplicativo Angels facilita ato de doações para instituições de assistência social

Setor hoteleiro tem perspectiva de aumento na geração de emprego em 2020

Projeto para reformar Sítio Histórico da Prainha valoriza a natureza, memória, mobilidade…

Evento nacional promove o agroturismo capixaba

Enbrav 2019 Serra Gaúcha exibe atrativos diferenciados a agentes de viagem do Brasil

Cidade de Montevidéu trabalha para aumentar fluxo de Turistas brasileiros

Estado do Espírito Santo destaca-se entre as quase três mil marcas da Festuris 2019

Meeting FESTURIS 2019: Embratur aponta ecoturismo como o futuro do setor

Embratur negocia aumento de voos entre Catar e Brasil

Tarifário Turístico é tema de capacitação na região das Montanhas Capixabas

Restaurantes de Manguinhos lançam cardápio de verão nesta sexta-feira, 15 de novembro

Conheça o Espírito Santo

Receita de Mocotó

Dia da Moqueca capixaba é celebrado nesta quarta (30)

Riacho Doce, próximo a Itaúnas, ganha charmoso espaço para eventos

Rachel Martins é jornalista. Semanalmente escreve sobre turismo em seus diferentes aspectos.

Evento a céu aberto

Riacho Doce, uma praia deserta localizada no município de Conceição da Barra, cujo acesso se dá a partir da bucólica vila de Itaúnas, sem dúvida merece uma visita neste verão. É a última antes de alcançar a Bahia. O cenário de mar e riacho é realmente espetacular. Vale a pena, inclusive, se hospedar na Pousada e Restaurante do Celsão, que, além dos simpáticos proprietários, oferece aquele aconchego especial, tipo “é hora de esquecer do mundo e curtir a natureza”. E agora, também é possível realizar eventos no local. Celsão acaba de inaugurar um espaço charmoso, totalmente integrado à natureza, para celebrações diversas, como, por exemplo, casamentos. É a inspiração perfeita para quem pretende trocar as alianças e eternizar o amor. Contato: (27) 99281-2832.

Restaurante flutuante

Sou apaixonada por roteiros que envolvem um passeio de barco, mesmo que o percurso seja pequeno. Aliar isso, então, a uma boa gastronomia, é ainda melhor. Uma ótima dica, nesse sentido, é o restaurante Di Marino Flutuante. Para chegar lá, existem duas opções: saindo da Prainha da Glória, em Vila Velha, ou do Píer da Praia do Suá, atrás do Hortomercado, em Vitória. No primeiro, o trajeto sai por R$ 4 e no segundo por R$ 12 (o valor em ambos é por pessoa, ida e volta). Funciona de terça à sexta das 11 às 18 horas, o último embarque é às 16 horas. Já sábado e domingo, funciona de 11 às 20 horas, o último embarque é às 17 horas. Nos dois casos, o intervalo entre uma viagem e outra é de 30 minutos.

Restaurante flutuante II

Impossível não se deliciar com essa estrutura flutuante feita de cascalhos e madeira que pesa 50 toneladas, fica ancorada e balança sutilmente, principalmente na maré cheia. O cardápio, claro, tem como base, peixes e frutos do mar. É um restaurante bucólico, mas sofisticado, com pratos requintados, como, por exemplo, os “Especiais”, como a parrillada de frutos do mar (para quatro pessoas), por R$ 425. Também tem as tradicionais moquecas, entre outras opções. Destaque, também, para os drinques. Isso tudo, com um visual que nem é preciso descrever, as fotos já dizem tudo. E detalhe, se der sorte dá para ver um navio passando e tartarugas nadando. É importante lembrar que o local só funciona com reserva, e no final de semana com antecedência de pelo menos 48 horas. Informações: (27) 99205-5664 ou pelo Instagram @dimarino_flutuante.

Parque Nacional do Caparaó

Olha que legal! O Parque Nacional do Caparaó registrou um aumento de 51% no número de visitas em 2019. Foram 123.358 pessoas visitando este belo ponto turístico localizado entre o Espírito Santo e Minas Gerais. Além desse recorde histórico de visitantes, o local foi a Unidade de Conservação mais visitada de toda a Coordenação Regional, que abrange as unidades de conservação federais de Minas Gerais, Espírito Santo e sul da Bahia. Suas belezas podem ser visitadas 365 dias do ano, mas em tempos chuvosos, como agora, ele é fechado. Informações: http://www.icmbio.gov.br/parnacaparao.

Paneleiras de Goiabeiras I

Há muitos anos, quando ainda era editora do Caderno de Turismo, do jornal A Gazeta, fizemos uma matéria de capa das Paneleiras de Goiabeiras. Mas saímos do lugar-comum e contamos a história de como ela é fabricada, desde pegar o barro no Vale de Mulembá, navegar pelo Mangue Vermelho, em busca do tanino, extraído de uma árvore específica, até a sua feitura, um trabalho realizado todo à mão, que passa de geração em geração. As fotos ficaram belíssimas!

Uma das etapas da fabricação das panelas de Goiabeiras. Foto: Setur Divulgação

Paneleiras de Goiabeiras II

Essa cultura merece ser preservada, sem dúvida, mas às vezes acho que o município peca nesse sentido. Eu, por exemplo, além das minhas em casa, sempre que viajo para visitar um amigo, dentro ou fora do Brasil, carrego uma para presenteá-lo. E elas são tão belas que merecem até fazer parte da decoração de qualquer cozinha. Mas não entendo porque até hoje todo esse processo ainda não virou um roteiro turístico oficializado, a divulgação fica restrita ao passeio no pavilhão onde as paneleiras ficam concentradas e mostram uma pequena parte desse belo trabalho. Já passou do tempo de criar essa alternativa, com toda a infraestrutura, para que os turistas possam conhecer a alma dessa centenária arte.

A queima das panelas é uma das etapas do processo Foto: Luciano Daniel. Flickr/Divulgação

As notas podem ser enviadas para o zap (27) 99694-9812 ou pelo e-mail rachel.rmartins@gmail.com

Ler anterior

teste

Ler próximo

Setur faz levantamento para recuperação de atrativos turísticos em cidades atingidas pelas chuvas

One Comment

  • Celsão sempre criando novidade em riacho doce grade figura lendária da região vale a pena uma passeio até riacho doce. Paneleiras infelizmente todas as vezes que estivemos por la o mal humor imperava.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

Follow On Instagram