Destaques :

Espírito Santo inova no sistema de informações turísticas com o uso de QR Code

Qualifica ES Turismo capacita Policia Militar para atendimento ao turista

Espírito Santo tem participação expressiva na Abav Expo Internacional de Turismo 2019

Cidade de Antônio Prado tem tudo para competir em Turismo na Serra Gaúcha

Hotéis sorteiam diárias para o segundo semestre nas montanhas

Destinos e atrativos nacionais à distância de alguns cliques

Salário de funcionários de pequenas e médias empresas será financiado pelo governo

COVID-19 – Malha aérea essencial começa no sábado (28)

Ministérios do Turismo e da Justiça e Segurança Pública tratam de remarcação de viagens e direitos dos turistas

Coronavírus: bancos e fintechs prometem suspender dívidas de estabelecimentos

Comunicado Oficial da Comissão Organizadora da Festa da Penha

Ruínas do Sítio Histórico da Igreja de São José do Queimado: museu a céu aberto no Município de Serra

Divulgada programação da Festa de Nossa Senhora da Penha

Governo lança nota interministerial para orientar consumidor

Espírito Santo comemora Dia Nacional do Imigrante Italiano no Brasil

Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Turismo debate Coronavírus

Aeroportos de Vitória, Curitiba, Campinas e Brasília ganham prêmio de melhores do país

MTur discute novos critérios para atualização do Mapa do Turismo

Carnaval 2020: primeiro dia com muito samba e show de Sandra de Sá

Embratur e Fornatur alinham estratégia de promoção

MTur apoia festas de Carnaval em diversos estados brasileiros

Pavilhão de Carapina conta com eventos agendados até 2021

Organização Mundial de Turismo e Centro de Culinária Basca lançam 2º Concurso de Turismo de Gastronomia

Brasil e Emirados Árabes fortalecem relação para atração de turistas

Carnaval: 100 mil turistas devem desembarcar de cruzeiros no Rio de Janeiro

Entrada de turistas dos EUA, Canadá e Austrália no Brasil cresce 16% após isenção de visto

Carnaval deve movimentar R$ 8 bilhões no setor turístico

31ª Sommerfest começa em Domingos Martins e será solidária às vítimas das chuvas

Setur faz levantamento para recuperação de atrativos turísticos em cidades atingidas pelas chuvas

Em ação inédita, Embratur busca nos EUA investimentos para o turismo náutico no Brasil

Carnaval de Vitória 2020: veja a programação completa

Turistas e capixabas já podem compartilhar Ilustrações dos pontos turísticos do ES

Pesquisa no Réveillon mostra que 96,3% dos entrevistados recomendam o ES

MASP bate recorde de visitação em 2019

ES apresenta indicadores sobre a economia do turismo e do Réveillon capixaba

Sudeste é a principal escolha no verão para maioria dos turistas do Norte do país

Vivalá oferece Turismo aliado a participação voluntária em locais paradisíacos do Brasil

Nova empresa low cost anuncia voos internacionais para o Brasil

Com expectativa de mais turistas, aeroportos se prepararam para alta temporada

Turistas pela primeira vez no ES deslumbrados com belezas de Vitória e Vila Velha

Grupo Zurich inicia operação do Aeroporto de Vitória

Secretaria de Turismo faz pesquisa de demanda turística durante Ano Novo e Verão

Região Nordeste: Empresários da hotelaria estão otimistas com gastos de turistas no verão

Turismo de observação de baleias na costa capixaba faz sucesso em 2019

Museu em Santa Teresa apresenta vida e obra de Augusto Ruschi, Patrono da Ecologia

Brasil registra 27% de crescimento nas buscas globais por viagens para 2020

Aplicativo Angels facilita ato de doações para instituições de assistência social

Setor hoteleiro tem perspectiva de aumento na geração de emprego em 2020

Projeto para reformar Sítio Histórico da Prainha valoriza a natureza, memória, mobilidade…

Evento nacional promove o agroturismo capixaba

Enbrav 2019 Serra Gaúcha exibe atrativos diferenciados a agentes de viagem do Brasil

Cidade de Montevidéu trabalha para aumentar fluxo de Turistas brasileiros

Estado do Espírito Santo destaca-se entre as quase três mil marcas da Festuris 2019

Meeting FESTURIS 2019: Embratur aponta ecoturismo como o futuro do setor

Embratur negocia aumento de voos entre Catar e Brasil

Tarifário Turístico é tema de capacitação na região das Montanhas Capixabas

Restaurantes de Manguinhos lançam cardápio de verão nesta sexta-feira, 15 de novembro

Conheça o Espírito Santo

Receita de Mocotó

Dia da Moqueca capixaba é celebrado nesta quarta (30)

Lendas capixabas e pintura em panelas de barro ajudam na divulgação do ES

Rachel Martins é jornalista. Semanalmente escreve sobre turismo em seus diferentes aspectos.

Lendas capixabas I

Eu sempre fui apaixonada por lendas. E muitos pontos turísticos no nosso Estado são cercados de histórias interessantes, algumas, inclusive, pouco conhecidas. Por exemplo, será que aquela formação rochosa com formato de um lagarto, em Pedra Azul, Domingos Martins, tem a ver com algum feitiço? Que tal conhecer um pouco dessas histórias, que geralmente passam de geração em geração, através do livro “Dez Lendas Capixabas que Nunca te Contaram”, da professora de artes Andréa Espíndula, com ilustrações de Luiz Quintanilha? A editora é a Casaca (R$ 40).

Livro Dez Lendas Capixabas que Nunca te contaram. Foto: Divulgação

Lendas capixabas II

Segundo a autora, em sala de aula essas lendas são sempre abordadas, mas, normalmente, ficam restritas as mais famosas, por isso, ela sentiu necessidade de ir atrás daquelas menos conhecidas. “Mas não é um livro só para crianças, é uma obra para os capixabas. Eu me inspirei nas histórias das avós que reúnem os netos para contar histórias, que muitas vezes nascem da própria imaginação, mas acabam entrando para a cultura popular”.

Livro Dez Lendas Capixabas que Nunca te Contaram. Ilustração: Luiz Quintanilha

Lendas capixabas III

O livro, como afirma Andréa, é uma mistura de histórias românticas, divertidas, alegres, tristes e até de superação. São lendas que revelam quem foi Matilde, que dá nome a cachoeira, como foi pintada a maleta de Homero Massena, que está no Teatro Carlos Gomes, ou como São João Batista foi escolhido padroeiro de Cariacica, que não estão nos livros de História. “Meu único objetivo é divulgar o Espírito Santo, fazer os leitores viajarem por nosso Estado”.  

Livro Dez Lendas Capixabas que Nunca te Contaram. Ilustração: Luiz Quintanilha

Arte em panelas de barro

Já imaginou comprar uma panela de barro de Goiabeiras, mas com uma lagosta pintada à mão na tampa? A engenheira, advogada e, atualmente, aposentada, Heloisa Marins Vicvaqua Ruschi, faz exatamente isso, arte nesse ícone capixaba. “Eu sempre quis fazer Belas Artes, mas a vida acabou me levando para outros caminhos, e agora que me aposentei voltei para a minha verdadeira paixão”, explica. Ela compartilha sua arte só nas panelas de barro de Goiabeiras. “Eu até hoje compro as peças com a dona Ilza dos Santos Barbosa, a paneleira mais antiga, que consegue com a pedra deixar a superfície da tampa lisinha, o que é essencial”. Gostou? Quem quiser encomendar uma é só ligar para o telefone (27) 99312-5211,

Panelas de barro de Goiabeiras pintadas por Heloisa

Arte em panelas de barro II

Já a mineira, que mora em Meaípe, Ligia Souza, usa as panelas de barro fabricadas no torno para fazer a sua arte. “O tipo de desenho que faço precisa de uma superfície bem lisa, sem nenhuma porosidade”, explica. “Eu pinto tanto as tampas de panelas de barro grandes como outras menores para levar como suvenir. Por exemplo, uma pimenteira”. Sua arte abrange diversos temas capixabas e algumas datas comemorativas. Já a sua filha pinta mandalas. Quem quiser encomendar uma é só acessar os instagrans: @morenamandala e @panelaearte.

Arte em panelas de barro III

É bom lembrar que as panelas de barro de Goiabeiras são muito famosas mundo afora. Trata-se de uma tradição centenária, que passa de geração em geração. Aliás, o seu processo de fabricação artesanal foi o primeiro bem cultural registrado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como Patrimônio Imaterial no Livro de Registro de Saberes, em 2002. Até hoje, tudo é feito manualmente e envolve diversas famílias da região.

Arte em panelas de barro IV

Existe até uma polêmica em torno desse assunto, alguns aprovam esse compartilhamento artístico, criando algo novo em um patrimônio, no caso, aqui, as panelas de barro de Goiabeiras. Outros não, acham que não se deve interferir em um patrimônio. Outra questão, também é o uso das panelas de barro fabricadas no torno. Mas segundo Ligia, que já está há bastante tempo no mercado, nunca houve uma reclamação sobre a sua durabilidade”. Eu, particularmente, sempre estou aberta a qualquer tipo de arte. Prezo, sempre, pela liberdade de expressão. Deixo essa questão para vocês, os leitores. Faremos uma enquete no stories do jornal para saber a opinião de cada um. Fiquem ligados. Sua participação será muito importante.

Processo de queima das panelas de barro de Goiabeiras. Foto: Divulgação

As notas podem ser enviadas para o zap (27) 99694-9812 ou pelo e-mail rachel.rmartins@gmail.com

Ler anterior

Divulgada programação da Festa de Nossa Senhora da Penha

Ler próximo

Ruínas do Sítio Histórico da Igreja de São José do Queimado: museu a céu aberto no Município de Serra

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais popular

Follow On Instagram